Mesmo que você não seja lá muito fã de Star Trek, certamente já deve ter ouvido falar da famosa espaçonave Enterprise que aparece na série. Além de futurista e superestilosa — e de ser fictícia, evidentemente —, a nave foi desenvolvida pela humanidade para a exploração do Universo e era capaz de alcançar a dobra espacial, ou seja, uma velocidade de propulsão superior à velocidade da luz.

Pois, apesar de a NASA ainda não ter desenvolvido a tecnologia necessária para recriar na vida real a dobra espacial, a agência norte-americana se inspirou na espaçonave de Star Trek para criar a IXS Enterprise, um protótipo que mistura características visuais de naves reais e da ficção.

Mas a coisa não fica só no visual não. De acordo com o The Verge, cientistas da NASA estão trabalhando no desenvolvimento de propulsores que permitam viagens mais rápidas pelo cosmos desde 2010 e estão quebrando a cabeça com respeito ao funcionamento da IXS Enterprise.

Ficção e ciência

Para criar o protótipo, a NASA se baseou na Propulsão de Alcubierre — que nada mais é do o nome conceitual da dobra espacial —, um modelo teórico que poderia permitir que a espaçonave se deslocasse drasticamente mais depressa. Teoricamente, a Propulsão de Alcubierre está apoiada na distorção do espaço-tempo, mais especificamente, na contração do espaço-tempo diante da espaçonave e na sua expansão na parte traseira.

Dessa forma, os cientistas da NASA calculam que a viagem de aproximadamente 4,3 anos-luz até Alpha Ceuntauri, por exemplo, poderia ser concluída em cerca de duas semanas. Voltando ao design da IXS Enterprise, enquanto a nave da ficção apresenta um aspecto mais “espichado” (veja a imagem a seguir), o modelo da NASA fica envolto por dois anéis que seriam os responsáveis por produzir a Propulsão de Alcubierre.

A IXS Enterprise também tem formas mais arredondadas do que as da nave de Star Trek, além de contar com quatro receptáculos cilíndricos nas laterais e com um módulo de comando que lembra um bico de pato. De momento, assim como a espaçonave da série, a criação da NASA existe apenas na ficção e, até que a agência norte-americana anuncie que finalmente desenvolveu a tecnologia necessária para a dobra espacial, confira mais imagens do protótipo a seguir: