Se você ama sua namorada ou seu namorado, você provavelmente prova isso com palavras, gestos e às vezes algum presentinho. Diversos animais utilizam gestos para mostrar carinho, e você pode perceber isso em muitos momentos — vendo um cachorro lambendo outro ou um gato "amassando pãozinho" com as patinhas, por exemplo.

Mas nem todos os animais do mundo demonstram o amor que sentem de um modo a que estamos acostumados. Na verdade, há uma série deles que faz isso de formas bem dolorosas e até mesmo mortais. Não está acreditando no que estamos falando? Então confira agora mesmo uma seleção com sete animais que fazem juras de amor muito mais brutais do que qualquer humano poderia imaginar.

1. Louva-a-Deus

Na literatura e no cinema, é bem comum vermos pessoas fumando após as relações sexuais. Esse "ritual" pode ser visto em diversos bichos — com substituições para o cigarro, é claro. O Louva-a-Deus, por exemplo, passa por algo bem mais cruel do que isso. Em muitos casos, após o fim do coito, a fêmea costuma fazer um lanchinho bem peculiar... A cabeça do macho com quem acabou de se relacionar.

2. Besouro

Os besouros parecem bem inofensivos quando os vemos voando por aí. De fato, eles raramente representam alguma ameaça para os seres humanos, mas isso não significa que eles não sejam capazes de machucar alguém. De acordo com um estudo publicado em 2007, isso acontece por causa de pequenos espinhos que os machos possuem no pênis. Ah sim, a foto logo abaixo é justamente disso.

3. Rato-marsupial-australiano

Se existe um lugar do mundo onde os animais parecem ter vindo de outro planeta, esse lugar é a Austrália. E uma nova prova disso está no rato-marsupial-australiano, que também é um daqueles bichos que demonstram o seu amor de um modo que humanos jamais gostariam de repetir. Na temporada de reprodução, os machos copulam com diversas fêmeas sem parar e seguidamente. Há tanto esforço físico que muitos desenvolvem feridas profundas, perdem pelos, ficam cegos, e alguns até morrem por exaustão.

4. Aranhas Araneidae

Uma família de aranhas muito curiosa é a das Araneidae. E as atividades sexuais delas mostra isso com bastante eficiência. As fêmeas costumam ser canibais, e muitas delas decidem mostrar isso para seus parceiros justamente durante a atividade sexual. Como se isso já não fosse o bastante, ainda existe o fato de os machos soltarem suas genitálias dentro das fêmeas. Elas podem levar até sete horas para se livrar disso, um período suficiente para eles fugirem e a fecundação ocorrer.

5. Lesma-do-mar

As lesmas marinhas são hermafroditas, e isso significa que todas elas podem desempenhar papel masculino ou feminino durante a reprodução. Mas um fato curioso é que eles possuem não apenas um pênis, mas três. E esses pênis funcionam da seguinte forma: um deles atua como uma seringa e injeta fluidos no parceiro, enquanto os outros dois apenas fazem o transporte dos gametas. Vale dizer que esses pênis são dotados de ganchos que se prendem no interior dos parceiros.

6. Gato

Lembra quando nós falamos que gatos são carinhosos? Vale dizer que isso não é visto na hora do sexo deles. O pênis possui vários espinhos, que causam bastante dor à vagina. Ao mesmo tempo, essa estrutura pode ser necessária para a reprodução, uma vez que há estudos sugerindo que ela estimula a ovulação das gatas.

7. Percevejo-de-cama

Ninguém quer percevejos na cama, não é mesmo? E depois de saber como eles se reproduzem, você vai querê-los menos ainda perto de você. O macho possui o pênis pontiagudo e em um formato que parece uma agulha. E eles podem usar esse órgão para perfurar o exoesqueleto da fêmea em qualquer lugar — o que pode ser bem desconfortável e doloroso. O esperma é conduzido até os ovários pelo fluido corporal, quase sem chance de rejeição.

*Publicado em 25/03/2016