Mustafa Çankaya é fotógrafo e trabalha no maior aeroporto internacional da Turquia, o Atatürk, localizado na capital do país, Istambul. Todos os dias, ele vê milhares de pessoas de culturas e nacionalidades diferentes chegando e partindo da cidade, e isso o inspirou a criar uma série fotográfica com uma proposta surpreendente.

Neste ensaio, o turco decidiu retratar a pluralidade existente no mundo e mostrar como cada ser humano é detentor de uma singularidade incrível. "A pessoa que eu decido fotografar tem que ser diferente de alguma forma. Pode ser o penteado ou o vestido, mas o mais importante é a atmosfera entre mim e o participante", disse ele ao Bored Panda.

Segundo o fotógrafo, o objetivo é organizar uma exposição com os retratos de pessoas de 100 países diferentes — até o momento, já foram clicados 117 indivíduos de 77 nacionalidades. A seguir, você confere alguns deles e a história que cada um tem para contar:

1. Nicole, da Ucrânia

Ao fotógrafo, Nicole disse ser tatuadora na cidade de Odessa, na Ucrânia. Ela estava iniciando uma turnê pela Europa para apresentar seu trabalho.

2. Kavinthida, da Tailândia

A moça tinha aproveitado as férias para conhecer a Dinamarca, e, neste registro, ela aguardava em Istambul um voo de volta para seu país de origem.

3. Idris, da Nigéria

O jovem da imagem abaixo, de acordo com o fotógrafo, é um estilista nigeriano. Ele estava esperando um voo para Nova York, nos Estados Unidos.

4. Ibrahim, de Ruanda

"Isso é o que acontece quando você encontra um dançarino de Ruanda no aeroporto", descreveu Çankaya.

5. Jacob, da Suécia

Jacob é aluno de medicina na Suécia e estava a caminho do Sudão do Sul — nação com um dos menores índices de desenvolvimento humano do mundo — com um grupo de estudantes internacionais.

6. Freya, da Escócia

Freya estuda ciências humanas na Universidade de Oxford, no Reino Unido. Ela estava esperando em Istambul um voo para o Quênia, onde fará um intercâmbio estudantil.

7. Shayma, do Kuwait

Estudante de medicina em Malta, Shayma aguardava um voo para a capital da Grécia, Atenas, onde atuará como voluntária em um campo de refugiados.

8. Sebastian, da Polônia

A última aventura deste cara foi fazer trekking em uma montanha da cordilheira Pamir, no Tajiquistão. Ele levou 8 dias para alcançar o cume do pico Korzhenevskaya, situado a 7,1 mil metros acima do nível do mar.

9. Barkinado, do Senegal

Este pintor senegalês estava aguardando o embarque para a França, onde fará uma exposição na cidade de La Motte-Servolex.

10. Bash, do Líbano

Bash estava voltando do festival de música Burning Man — um dos mais badalados da atualidade. Ao lado dele, embalado em uma capa preta, está um instrumento de percussão chamado djembê, espécie de tambor originário da África Ocidental.

11. Jussi, da Finlândia

Este cara é dono de um estúdio de tatuagem em Helsinki, capital da Finlândia. Ele conheceu o fotógrafo Mustafa Çankaya antes de embarcar para a África, onde fará uma longa viagem pelas florestas do continente.

12. Ilya, da Rússia

Ilya Varlamov é um conhecido blogueiro russo e gravava um vídeo para seu canal no YouTube no momento em que foi abordado pelo fotógrafo turco.

13. Simon, de Taiwan

Simon Cheng trabalha como fotógrafo e estava a caminho do norte do Iraque para documentar a saída de refugiados do país para o Velho Continente.