Quem é que nunca se maravilhou com as bolinhas de gude, aquelas esferas coloridas de vidro que fizeram parte da infância de muita gente? Como bem apontou o pessoal do site Uhull, quanto mais coloridas e bonitas, mais cobiçadas eram as bolinhas, e há quem passasse a tarde toda envolvido em longas disputas com os amigos.

Mas alguma vez você se perguntou como é que os desenhos que aparecem nas bolinhas de gude eram feitos? O Uhull aproveitou para postar um vídeo que conta como as esferas de vidro são fabricadas. Confira:

O vídeo está em inglês e você pode ativar as legendas em português no menu. Porém, como elas estão um pouco confusas, decidimos adicionar uma breve explicação sobre como funcionam os processos de produção mostrados no filme.

Processo industrial

Para a fabricação das bolinhas do filme, a companhia responsável utiliza vidro reciclado e bolas rejeitadas anteriormente por não apresentarem o tamanho adequado. Todo esse material é derretido em um forno — aquecido a temperaturas de 1.240 °C — e, depois de 16 horas, o vidro derretido é retirado e dividido em porções menores, que são moldadas em bolinhas. O tamanho de cada esfera é determinado pelo pedaço de vidro derretido que vai para o molde.

As bolinhas demoram cerca de 72 horas para esfriar e, através desse processo, as cores são determinadas pela mistura de materiais que foi derretida no forno. Apenas as que não apresentam defeitos e contam com o tamanho adequado são separadas para a comercialização, e as bolinhas que apresentam defeitos voltam para o forno.

Feitas a mão

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia

Já as bolinhas que apresentam desenhos mais complexos — e que eram as mais disputadas nos jogos! — são feitas a mão, através de um processo bem mais demorado. O primeiro passo é produzir longos palitos de vidro colorido (parecidos com macarrão) a partir de uma mistura de vidro transparente e de várias cores diferentes.

Para adicionar os desenhos e as formas que aparecem dentro das bolinhas, o artesão utiliza pedaços de vidro transparente, que são moldados para apresentar o formato de um cilindro e aos quais os palitos coloridos vão sendo adicionados pouco a pouco. Cada vez que o cilindro ganha uma leva de palitos em sua superfície, ele também recebe uma camada de vidro transparente e retorna ao forno, para ser novamente moldado e voltar a ter a aparência lisa.

Camadas e mais camadas

No caso da bolinha do vídeo, o artesão repetiu o processo de adicionar camadas de palitos coloridos e vidro transparente seis vezes! Depois que todas as camadas são adicionadas, as bolinhas são moldadas e esculpidas com o uso de diversas ferramentas específicas, até apresentarem o diâmetro e o formato desejados. Por último, a esfera é colocada em um forno a 580 °C, que vai se resfriando gradualmente durante a noite para fortalecer o vidro.

Você imaginava que dava tanto trabalho assim fazer uma bolinha de gude?