1 – Honestidade e confiabilidade

Eis duas características essenciais para qualquer relacionamento, inclusive no âmbito profissional. É bacana, portanto, que você diga em uma entrevista de emprego que é uma pessoa honesta e confiável, mas mais importante do que dizer é demonstrar isso; o jeito é falar sempre a verdade, fazer contato visual e manter um discurso claro e sem rodeios.

2 – Entusiasmo

Demonstre empolgação com relação à empresa na qual você quer trabalhar. Pessoas enérgicas e otimistas têm, geralmente, uns pontinhos extras nas avaliações de quem é encarregado de avaliar a capacidade de novos funcionários. Mostre segurança, diga que vai ser um funcionário empenhado, que vai se esforçar e honrar a oportunidade de trabalhar na instituição.

3 – Inteligência emocional

Eis outro grande ponto forte: saber lidar com momentos de crise, entender as outras pessoas, ter empatia, não se envolver em fofocas e intrigas, buscar enxergar aprendizado em situações agradáveis e também nas desagradáveis. Isso tudo é inteligência emocional, e não é à toa que essa característica pesa muito na hora de contratar uma pessoa.

4 – Respeito

Um candidato é facilmente descartado quando se comporta de maneira desrespeitosa em uma entrevista. Nada de chegar tomando café, com o celular na mão e com um discurso arrogante ou prepotente. Muita gente acaba perdendo a linha na esperança de causar uma boa impressão e confunde segurança com arrogância – cuidado, hein.

5 – Paixão

Demonstrar que você tem paixão pela profissão que escolheu é sempre um ponto positivo, afinal uma pessoa que gosta do que faz tem um desempenho melhor no trabalho e se preocupa mais em produzir bons resultados.

6 – Curiosidade

Ser uma pessoa intelectualmente curiosa, disposta a crescer, aprender e melhorar é, definitivamente, uma maneira de chamar a atenção de seu possível empregador, pois isso sugere que você não é acomodado e se preocupa apenas em manter o que já tem. Um jeito de mostrar que tem curiosidade é estudar bem a história da empresa na qual você quer entrar e fazer perguntas coerentes durante a entrevista, quando surgir uma oportunidade.

7 – Profissionalismo

Um bom profissional é aquele que age com simpatia (não em excesso, obviamente), interesse, humildade, pontualidade, educação, atenção e, claro, sabe se portar e se vestir de maneira adequada.

8 – Bom trabalhador em equipe

Não adianta fazer cara feia: saber trabalhar em equipe e ter tato para lidar com os mais diversos tipos de pessoas é fundamental. Nesse sentido, vale falar sobre trabalhos e projetos que você já realizou com a ajuda de outras pessoas, em empregos anteriores.

Dica: em vez de dizer que você desenvolveu determinado projeto, comente que, com a ajuda de uma boa equipe de profissionais, você conseguiu alcançar resultados positivos em relação a determinado projeto.

9 – Boa articulação

A melhor maneira de se mostrar bem articulado em relação a alguma coisa é dominar um assunto, então o jeito é estudar e treinar suas respostas, especialmente se você é uma pessoa que fica nervosa em testes seletivos e entrevistas. Só não vale decorar textinhos e chegar falando como se fosse um robô, hein!

10 – Organização

A organização de uma pessoa pode ser avaliada de diversas maneiras em uma entrevista, seja pela forma como ela se veste ou pela maneira como ela articula suas respostas. Além disso, vale citar exemplos de suas habilidades de organização em trabalhos anteriores.

11 – Flexibilidade

Mostrar que você se adapta a eventuais mudanças e contratempos é um ótimo negócio, até mesmo porque dificilmente um ambiente de trabalho será constante e não passará por transformações. Não é de hoje que a gente sabe: sobrevivem aqueles que se adaptam às mudanças.

***

Se você tem alguma dica sobre como se dar bem em uma entrevista de emprego, compartilhe com a gente no espaço dos comentários!