As imagens de nuvens com formatos incomuns que circulam pela internet sempre nos deixam com a pulga atrás da orelha, afinal nunca sabemos se elas retratam, de fato, fenômenos meteorológicos raros ou se são casos de fotografias manipuladas digitalmente. Foi mais ou menos isso o que aconteceu com os moradores da pequena Hinesville — cidade com 30 mil habitantes, situada no estado norte-americano da Geórgia. 

Do nada, começaram a surgir registros, feitos do céu da localidade, de nuvens extensas em forma de ondas, que mais lembravam tsunamis. O alvoroço foi tão grande que algumas pessoas acreditaram ser o prenúncio do fim do mundo. No entanto, à medida que novas imagens do fenômeno foram sendo compartilhadas, percebeu-se que não se tratava de uma farsa ou do armagedom, mas sim de um evento meteorológico real e bastante assustador. 

nuvem

O fenômeno é velho conhecido dos meteorologistas: se chama shelf cloud (ou "nuvem de prateleira") e, na maioria dos casos, antecede uma tempestade. Esse tipo de nuvem é geralmente curvo ou semicircular e possui várias "camadas" na direção horizontal — como se fosse uma prateleira — que são formadas quando uma camada de ar mais quente se sobressai sobre uma camada de ar mais frio. Apesar da aparência apocalíptica, o evento não produz tornados ou ciclones, mas pode provocar fortes rajadas de vento.