A Rússia é conhecida por suas bizarrices, pelas bebidas fortes e, claro, pelas temperaturas congelantes. Não é de se espantar, então, que fique lá o vilarejo mais frio do planeta, conhecido por chegar a temperaturas extremas como a registrada recentemente, de -62º C.

Localizado na região da Sibéria, o vilarejo de Oymyakon é considerado o local habitado mais frio do mundo. Neste inverno, o frio superou as expectativas congelantes e agora quem se atreve a caminhar pelas ruas de Oymyakon acaba tendo até mesmo os cílios transformados em cubinhos de gelo.

Os termômetros oficiais registraram a menor temperatura da estação como -59º C, mas um termômetro eletrônico chegou a registrar a marca assustadora de -62ºC. Algumas das 500 pessoas que vivem na região afirmam que já conseguiram registrar a marca de -68ºC.

A região foi colonizada depois de 1930, pelo governo soviético, que tentava fazer com que os nômades criassem raízes em algum lugar. Em 1933, a temperatura local era de -67,7ºC, sendo a mais baixa de todo o hemisfério norte. Veja, a seguir, algumas fotos desse local quase tão gelado quanto o coração de algumas pessoas: