Não tem aqueles momentos do dia em que tudo o que a gente precisa é de alguns minutinhos de contemplação em que não queremos pensar em nada e só dar um tempo para a cabeça? Se esse momento chegou para você, então você clicou no link certo — pois reunimos uma porção de maravilhas espaciais para ajudá-lo a relaxar! Mas, antes, um aviso rapidinho...

As imagens foram obtidas a partir de uma publicação compartilhada pelo pessoal do site Popular Science e nós incluímos algumas informações sobre cada uma delas para o caso de você não querer simplesmente contemplar as belezas do espaço e estar disposto a saber mais sobre o que os registros mostram, tá? Confira:

1 – Juno, a fotógrafa

Polo Sul de Júpiter(NASA 1)

A sequência de imagens acima mostra o Polo Sul de Júpiter fotografado pela sonda espacial Juno no início de fevereiro enquanto ela sobrevoava o gigante gasoso a distâncias entre 137.264 e 200.937quilômetros de distância.

2 – Nosso Astro-Rei

Eis uma erupção solar imensa flagrada pela sonda espacial da NASA Solar Dynamics Observatory em 2014.

3 – Fusão galáctica

Choque de galáxias(NASA 2)

Viu a galáxia ali no meio da imagem? Ela foi catalogada como SDSS J162702.56+432833.9 e os astrônomos da NASA acreditam que ela se formou depois da colisão de duas galáxias menores em forma espiral.

4 – Puft!

Mais que uma maravilha espacial, o que você viu acima é mais curioso mesmo! A imagem mostra os locais nos quais a sonda espacial Mars Phoenix Lander e seu paraquedas aterrissaram em Marte, em meados de 2008. Na realidade, os pontinhos escuros foram fotografados pouco tempo depois do pouso do dispositivo, enquanto o frame mais clarinho foi clicado 7 anos mais tarde, e mostra como a poeira marciana cobriu tanto a sonda como o paraquedas.

5 – Nosso lar

Planeta Terra(NASA 3)

Nosso planeta — esférico e lindo — clicado pelo satélite espacial Suomi NPP em 2012.

6 – Europa

Europa(NASA 4)

A belíssima superfície de Europa, satélite natural de Júpiter.

7 – Fogos de artifício?

Galáxia brilhante(NASA 5)

Essa aí é a galáxia NGC 4258 — situada a 25 milhões de anos-luz da Terra, na Constelação Cães de Caça.