Filmes como “O Império das Aranhas” (1977) e “Aracnofobia” (1990) foram responsáveis por criar fobia em inúmeras pessoas; afinal, já imaginou acordar certo dia e descobrir que a cidade inteira foi tomada pelas aranhas? Se fosse um caso só de ficção, até seria possível relevar, mas histórias semelhantes acontecem assim o tempo todo. A última foi na semana passada, em Espírito Santo do Dourado, em Minas Gerais.

No pequeno município de pouco mais de 4,4 mil moradores, a manhã do domingo (6) pareceu cenário de terror: finíssimos fios de teia cruzavam árvores, postes e plantações. Havia aranhas por todo lado, inclusive com a impressão de ser uma chuva delas!

De acordo com especialistas, o fenômeno tem explicação e não é nada de sobrenatural. As aranhas constroem essas megateias em grupo para facilitar a captura de presas – e isso é mais comum em períodos com bastante umidade e calor elevado, justamente esta época do ano. Essa aranha até é venenosa, mas não costuma oferecer muito perigo ou ser letal; ainda assim, é melhor não abusar. Imagens mostram o fenômeno assustador: