Conhecido também como Planeta Vermelho, Marte é dominado por um deserto frio e, assim como a Terra, tem calotas polares. Foi em seu Polo Sul que o Mars Reconnaissance Orbiter, da NASA, fez imagens de uma nova cratera (com aproximadamente 28 x 23 metros), causada por um meteorito. Pesquisadores acreditam que ela tenha surgido entre julho e setembro de 2018.

A singularidade da imagem, no entanto, está no resultado visual dessa nova cratera. O meteorito perfurou a calota de gelo e derreteu a mistura de dióxido de carbono congelado e gelo. O impacto também arremessou a areia vermelha que estava por baixo, deixando uma grande mancha avermelhada como resultado:

A imagem captada pela NASA (Foto: Reprodução/NASA) 

A imagem foi captada pelo High-Resolution Imaging Science Experiment, ou HiRISE, câmeras do Mars Reconnaissance Orbiter, uma das principais missões da NASA em torno de Marte. Em órbita desde 2005, a missão analisa aspectos geográficos do planeta, além de ficar de olho nos rovers e landers que estão na superfície do Planeta Vermelho.