No último domingo (06), dois astronautas fizeram uma caminhada de 7 horas ao redor da Estação Espacial Internacional. A jornada teve como principal objetivo trocar baterias que estavam do outro lado da estrutura. Desta forma, Christina Koch e Andrew Morgan fizeram a primeira de uma série de cinco trajetórias desta natureza previstas para ocorrer no espaço durante o mês de outubro.

Detalhes da caminhada

A dupla foi bem sucedida em instalar baterias de íons de lítio para atualizar os sistemas de energia da estação, que acabou 15h40 (horário de Brasília) de domingo. Com este movimento, será possível contar com uma nova forma de armazenamento de energia, por meio de captação dos painéis solares do local quando estes não estiverem recebendo luz direta do Sol.

(Fonte: Twitter/Andrew Morgan)
Dois astronautas fizeram uma caminhada na Estação Espacial Internacional (Fonte: Twitter/Andrew Morgan)

Atualmente, as baterias de níquel-hidrogênio estão sendo melhoradas com produtos mais potentes, que chegaram na estação no último dia 28 de setembro. A próxima caminhada está prevista para o dia 11 de outubro, com o objetivo de complementar tarefas relativas à estação. Durante a missão, os astronautas também removeram uma bateria de níquel-hidrogênio adicional que estava no local, além de cumprirem outras tarefas externas.

As caminhadas seguintes devem ocorrer nos próximos três meses, e contarão com um pouco mais de complexidade. Durante 2019, tripulantes que estão na base espacial já coordenaram trajetos em apoio a montagem e manutenção do laboratório em órbita. Um total de 57 dias, seis horas e 27 minutos foi passado por eles trabalhando do lado de fora da estação. A NASA já informou que continua monitorando as missões e trabalhando para que haja sucesso nas próximas idas previstas aos astronautas.

Astronautas ficam 7 horas no espaço, fora da Estação Espacial via TecMundo