Um estudo desenvolvido pela Universidade da Carolina do Norte (UNC) revelou porque as tartarugas ingerem os plásticos nos oceanos. Publicado no Current Biology, o artigo explica que os materiais possuem o mesmo cheiro dos alimentos consumidos por animais marinhos.

De acordo com os pesquisadores, o lixo plástico concentra rapidamente microrganismos e algas após ser jogado no mar. Desta forma, em uma semana, ele produz odores semelhantes aos alimentos que são buscados por tartarugas e outras espécies.

“Elas são atraídas pelos cheiros porque esta é uma adaptação evolutiva para encontrar comida”, explica o Dr. Joseph Pfaller, autor do estudo. “Entretanto, se tornou um problema porque agora elas são atraídas pelo cheiro dos plásticos”.

Tartarugas usam o olfato para encontrar alimentos. (Fonte: Pixabay/Reprodução)

O estudo da UNC revela que, por exemplo, há enormes áreas cobertas por plásticos flutuantes no Oceano Pacífico. Então, isso torna-se um grande perigo para as tartarugas e outras espécies que acreditam que esses “blocos” são fontes abundantes de alimentos.

Além disso, itens como sacolas plásticas possuem uma aparência muito próxima das águas-vivas, seres invertebrados que fazem parte da alimentação das tartarugas. Por conta disso, ocorrem diversos casos de animais marinhos com o sistema digestivo totalmente ou parcialmente bloqueado com lixos plásticos.

“Quando esses plásticos estão no oceano, não temos uma maneira simples de removê-los ou impedir que eles cheirem aos alimentos”, comenta o biólogo americano Kenneth J. Lohmann. “A melhor coisa que podemos fazer é impedir que eles cheguem aos oceanos”.

A baixa visão faz com que animais marinhos confundam os lixos plásticos com alimentos. (Fonte: Pixabay/Reprodução)

Como evitar os plásticos nos oceanos

Os cientistas que participaram do estudo sugerem algumas boas práticas para evitar que os lixos plásticos acabem nos oceanos. Um bom exemplo é utilizar sacolas de papel ou reutilizáveis quando for realizar compras em mercados e outros locais.

Outra dica é adquirir bebidas que venham em recipientes maiores ao invés de diversos produtos em embalagens menores. Assim como é aconselhável sempre buscar maneiras de reciclar os materiais e outras formas adequadas de fazer o descarte.

Por fim, na praia ou em passeios de barcos, é necessário ter um imenso cuidado com o lixo produzido e nunca os deixar cair no mar. Desta maneira, a pessoa vai contribuir para que as tartarugas marinhas não sofram com a grande quantidade de plásticos nos oceanos.

Tartarugas sentem cheiro de comida em plástico, dizem cientistas via TecMundo