Há pouco tempo, a traição era sinônimo de encontros escondidos e flertes sigilosos, mas, com o advento da internet, muita coisa mudou. A interação na web aproximou pessoas distantes, mas também afastou pessoas próximas, trazendo algumas consequências para os relacionamentos, como o que se conhece por “traição virtual”.

Também pudera... Com tantas redes sociais, aplicativos de mensagem instantânea e especializados em encontros amorosos, bem como o bombardeio de informações, as pessoas passam tanto tempo conectadas à internet que acabam se desligando do mundo real e deixando de dar a atenção devida aos seus companheiros.

O contato via internet, as conversas secretas e as fantasias sexuais que o anonimato permitem abrem um leque de possibilidades que podem destruir qualquer relacionamento. E, para quem é desejoso de novidades, a internet é um prato-cheio.

Muitas vezes, a traição pode começar com um bate-papo inocente na internet e evoluir de maneira ardilosa, com o compartilhamento de fotos e vídeos com conteúdo pornográfico, para citar alguns exemplos. E o contrário também é verdadeiro: há quem faça o uso intencional da ferramenta para buscar novas opções amorosas, mesmo já estando em um relacionamento sólido.

Atenção aos sinais!

Há quem considere que as paqueras virtuais não sejam traição mesmo, por não envolverem contato físico. Também tem quem acredite que o simples fato de sentir atração e criar uma relação de afeto no ambiente virtual caracteriza a infidelidade e o desrespeito com a pessoa comprometida em um relacionamento.

Para saber se existem indícios de traição virtual, basta observar alguns comportamentos característicos, que não diferem muito dos observados em uma traição real: falta de atenção e de diálogo, falta de atração, perda de libido, impaciência e afastamento. Some a essas impressões o tempo que a outra pessoa passa conectada à internet, o humor dela quando questionada sobre isso e o sigilo que ela mantém sobre suas contas. Se você não tem acesso a absolutamente nenhuma conta ou senha do seu parceiro ou parceira, desconfie.

Uma investigação particular pode te ajudar

Em alguns casos específicos, é fácil descobrir se o que se vive na internet é, de fato, uma traição. Basta acessar o computador ou celular da outra pessoa e inspecionar o que está sendo conversado e acessado. Mas isso pode não ser tão fácil assim se o alvo for minimamente esperto, já que é possível apagar conversas e limpar históricos em tempo recorde. Nessas situações, a contratação de um detetive para descobrir a verdade sobre o que a internet esconde pode ajudar e muito.

É possível a um investigador particular monitorar tudo o que está sendo vivido na internet, por meio de um software instalado no computador ou dispositivo móvel do suspeito. Dessa forma, todos os acessos feitos nos equipamentos poderão ser minuciosamente acompanhados. Os detetives são capazes de investigar o teor das conversas e se sites pornográficos ou chats de sexo virtual foram acessados. Além disso, um detetive poderá descobrir se as conversas virtuais evoluíram para encontros reais.

*Assessoria.

***

O Mega está concorrendo ao Prêmio Influenciadores Digitais, e você pode nos ajudar a sermos bicampeões! Clique aqui e descubra como. Aproveite para nos seguir no Instagram e se inscreva em nosso canal no YouTube.