Recentemente, contamos a história do Museu Falológico da Islândia, um centro comandado pelo professor de História Sigurður Hjartarson que reúne em sua exposição os mais diferentes formatos de pênis das mais diversas espécies de animais mamíferos.

Entre os exemplares da coleção, é possível conferir os órgãos de baleias gigantes, porquinhos-da-índia, hamsters, coelhos, cavalos, elefantes e muitos outros animais. A maior parte dos pênis foi conservada em formaldeído, mas também é possível ver órgãos que foram preservados eretos.

Claro que o museu não seria completo se não houvesse um pênis humano, não é mesmo? Pois a busca por um exemplar da nossa espécie está registrada no documentário The Final Member (ou “O último membro”), lançado em festivais de cinema em 2012 e que chega agora comercialmente em salas especializadas nos Estados Unidos.

Fonte da imagem: Reprodução/The Final Member

A produção acompanha Hjartarson na missão de conseguir um membro humano para o seu Museu Falológico e como alguns senhores estavam dispostos a brigar para terem seus órgãos na exibição.

O meu primeiro!

O filme revela a história do islandês Pall Arason, que tinha um acordo com o curador para doar seu instrumento depois de morrer, e como um americano chegou a Hjartarson com a proposta de remover o pênis ainda vivo – apenas para ser o primeiro homem a ter o seu brinquedo, em caráter permanente, na exposição.

É isso mesmo, minha gente: não satisfeito em ver um islandês como exemplar de pênis masculino, o americano queria abrir mão do seu companheiro e mostrar toda a sua virilidade cortando o bicho fora.

O documentário The Final Member foi bastante elogiado pela crítica pela sua abordagem cômica e irônica dessa situação, e a obra recebeu alguns prêmios pelos festivais em que passou. Abaixo, você pode conferir o trailer oficial do longa-metragem e conhecer um pouco dessas figuras incríveis que fazem parte da história do Museu Falológico.