É comum reclamarmos quando pedimos um prato e recebemos outro, não é mesmo? Pois esse tipo de reclamação ficou de fora por alguns dias, durante um experimento realizado pelo The Restaurant of Order Mistakes, de Tóquio, no Japão.

Entre os dias 2 e 4 de junho, quem trabalhou anotando os pedidos por lá foram pessoas com demência, que tinham todo o aval para anotar pedidos sem muita preocupação em não errar.

Os clientes, previamente avisados, podiam, além de se surpreender com o prato que recebiam, entender mais de perto a forma como essas pessoas se socializam. A ideia inusitada é justamente promover compreensão sobre doenças mentais e acolhimento social.

Deu certo!

Mizuho Kudo, que escreve sobre comida e restaurantes, visitou o local durante os dias de experimento e teve uma grande e positiva surpresa. Ainda que tenha pedido um hambúrguer e recebido uma porção de bolinhos, Kudo se disse feliz pela surpresa gastronômica.

A simpatia dos atendentes foi outro critério positivo: todos estavam trabalhando felizes e pareciam se divertir muito. Agora, depois dos resultados positivos do experimento, a ideia é promover mais momentos assim, e já se sabe que no dia 21 de setembro, que é o Dia Mundial da Doença de Alzheimer, haverá mais atendentes felizes e dispostos anotando pedidos. O que você achou dessa proposta? Aceitaria comer em um restaurante cujos atendentes fossem pessoas com a Doença de Alzheimer? Conte para a gente!

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!