1. Raspagem dos caninos – Bali

Costumeiramente feita no início da puberdade, a cerimônia chamada mensagih ou mepandes possui três significados para a cultura balinesa: a chegada da adolescência, a transição do ser animal para o ser humano (representado pela raspagem dos dentes caninos) e o controle dos males da humanidade (ganância, cobiça, raiva, fortes emoções, confusão e ciúmes). Segundo consta, a cerimônia não causa dor ao jovem.

2. Picada de formiga – Brasil

A tribo Sateré-Mawé vive em regiões da Amazônia e possui um ritual bastante doloroso para marcar a puberdade: os rapazes precisam vestir uma espécie de luva que contém centenas de formigas-cabo-verde, conhecidas por terem uma picada 30 vezes mais dolorosa do que a de uma vespa comum. Para piorar, eles precisam suportar essa tradição durante 10 minutos ininterruptos, para provar que já estão prontos para ser chamados de homens adultos.

3. Cabelos raspados e dança ritualística – Gana

Sempre em abril, acontece o festival chamado Dipo, em algumas tribos de Gana. Ele é um rito de passagem feminino para a vida adulta, no qual as garotas têm suas cabeças raspadas e fazem uma dança típica com poucas roupas. Elas também são banhadas em um rio e recebem vários doces, principalmente cana-de-açúcar. A crença é que as meninas que participam da cerimônia antes da primeira relação sexual serão excelentes esposas, por isso a nudez: após o Dipo, só os maridos voltarão a vê-las em tão poucos trajes.

4. Bungee jump radical – Vanuatu

Na ilha de Pentecostes, os jovens precisam saltar de uma altura entre 20 e 30 metros, amarrados pelos pés com cordas artesanais. Esse ritual é chamado de Naghol e deu origem ao bungee jump praticado ao redor do mundo. Em Vanuatu, os rapazes precisam tocar com o topo da cabeça no chão para receberem benções da terra durante a colheita do inhame.

***

O Mega está concorrendo ao Prêmio Influenciadores Digitais, e você pode nos ajudar a sermos bicampeões! Clique aqui e descubra como. Aproveite para nos seguir no Instagram e se inscreva em nosso canal no YouTube.