Quando você procura algum tratamento médico contra infecções, o que você faz? Procura remédios dos laboratórios mais renomados? Busca medicamentos genéricos que costumam ter um preço mais acessível? E se disséssemos que muito em breve você poderá se curar através do cocô de outras pessoas?

Parece nojento, não é mesmo? Já falamos dessa técnica no ano passado, e agora novos resultados foram divulgados e são ainda mais promissores. O novo estudo foi feito com 516 pacientes infectados com a bactéria Clostridium difficile, que causa problemas gastrointestinais.

A técnica curiosa faz uma espécie de “transplante” de fezes. O cocô de pessoas saudáveis é inserido pelo ânus ou pelo nariz em pessoas que estão com a bactéria, que pode até mesmo ser fatal! Só nos EUA, por exemplo, 14 mil pessoas morrem por ano por conta dessa infecção.

Você já imaginou enfiar cocô dos outros pelo seu nariz para tratar uma doença? Comente no Fórum do Mega Curioso

Nos EUA, já é possível ser doador de cocô

Alta eficácia

O tratamento com antibióticos como vancomicina e metronidazol é o mais recomendado, mas eles podem aniquilar também a sua flora intestinal. Caso as bactérias C. difficile não sejam mortas, elas podem crescer ainda mais fortes e com mais resistência a outros medicamentos conhecidos. A nova técnica teve taxa de sucesso de 85% nos pacientes infectados – ao contrário de apenas 20% dos que tratam com vancomicina, por exemplo.

Esses resultados são tão otimistas que países como a Austrália e os EUA já indicam o transplante fecal mesmo sem a aprovação oficial do governo. Aliás, nos EUA já é possível, inclusive, ser doador de cocô!

Chamada de transplante microbiana de fezes, a técnica consiste na aplicação de cápsulas de cocô congelado de pacientes saudáveis. Os micro-organismos desses implantes vão combater a infecção no paciente. As cápsulas são inseridas pelo nariz ou pelo ânus e são alojadas no cólon intestinal das pessoas doentes.

***

E aí, caro leitor, já imaginou passar por algum tratamento desse tipo? Se essa fosse a sua única salvação, você iria preferir que as cápsulas fossem injetadas pelo seu nariz ou pelo seu ânus?