A vida na Idade Média era muito diferente da nossa e não é à toa que nos espantamos sempre que descobrimos alguma peculiaridade sobre a rotina das pessoas da época. Sem conforto ou itens que hoje nos são básicos, como o papel higiênico, as pessoas viviam de forma bem diferente em tempos medievais, e isso se estende até o jeito de andar.

Um vídeo publicado pelo canal Roland Warzecha fala sobre o assunto e nos mostra por que as pessoas andavam de forma tão peculiar naqueles tempos. A verdade é que nem todos tinham sapatos, e alguns mais abastados chegavam a usar uma espécie de meia feita de couro para proteger os pés, mas muita gente andava descalça mesmo.

Na pontinha

Para evitar machucar os pés ou pisar em algum objeto cortante ou animal perigoso, as pessoas eram bem mais cautelosas na hora de caminhar. Basicamente, antes de 1500 as pessoas pisavam concentrando o peso de seus corpos nos dedos e não nos calcanhares – eram quase bailarinas.

Antes de soltar o peso sobre a região total das solas dos pés, essa galera da Idade Média andava muito na ponta dos dedos mesmo, diminuindo as chances de pisar em pedras, cobras e afins.

Em 1500, no entanto, a coisa começou a mudar e os sapatos mais estruturados ficaram populares, permitindo que a forma de caminhar mudasse também.