Você já deve ter ouvido falar que existem borboletas que bebem lágrimas de tartaruga, certo? Não? Pois esse tipo de ação — que, por sinal, rende imagens belíssimas da interação entre os dois animais! — acontece na Amazônia, incluindo na brasileira, e envolve um quelônio da espécie Podocnemis unifilis, um bichinho que costuma habitar nas margens de rios, lagos e lagoas e tem peso que varia entre 9 e 12 quilos.

Borboletas e tartarugasBebericando lágrimas (Wikimedia Commons/Ama la Vida)

Mas, e as borboletas, por que cismam em beber as lágrimas das tartarugas? Pois não se trata de um fetiche estranho nem do desejo de incomodar o réptil! Ao contrário do que ocorre com a maioria dos animais carnívoros, que obtêm o sódio — elemento indispensável para uma série de funções orgânicas — através do consumo da carne de suas presas, as espécies herbívoras precisam encontrar formas alternativas de conseguir esse nutriente.

Bebericando

No caso das borboletas que habitam a Floresta Amazônica, uma das fontes de sódio é justamente a lágrima (salgadinha) das tartarugas. E como é que os insetos sabem que nos olhos dos quelônios eles vão encontrar o elemento que precisam?

Borboletas e tartarugaNão é uma cena linda? (Pete Oxford)

Bem, as borboletas contam com sensores em suas patinhas que permitem que elas sintam o sabor das substâncias que estão tocando e, como elas são superdelicadas e leves, o contato com os olhinhos das tartarugas não provoca qualquer dano.

E... Não existem outras fontes de sódio na Amazônia? O que ocorre é que os Andes impedem que as chuvas — ricas em minerais — vindas do Pacífico cheguem à Amazônia. Assim, a maior parte da “água” que “cai” sobre a região vem do Atlântico e, apesar de ser abundante, ela é mais pobre em nutrientes, incluindo o sódio.

Borboletas em tartauga Parceria animal! (Colossal/Phil Torres)

Voltando às tartarugas, os quelônios não são os únicos répteis no “cardápio” das borboletas! As lágrimas de jacarés também servem como fonte de sódio, portanto, não é raro encontrar esses coloridos bichinhos enfeitando os olhos dessa outra classe de répteis. Confira uma imagem da pacífica interação a seguir:

Borboletas e jacaréElas também bebem lágrimas de jacaré! (Bored Panda)

Aliás, saiba que, se tiverem oportunidade, as borboletas não dispensarão as gotinhas de suor que formem sobre a pele de humanos, então, até as pessoas podem se ver rodeadas por esses delicados animais. Vale lembrar ainda que, evidentemente, as borboletas não são as únicas criaturas herbívoras da Amazônia.

Ademais de outros insetos, existem aves e uma porção de bichos que não se alimentam da carne de suas presas — e nem todos são pequeninos o suficiente para pousar nos olhos das tartarugas para bebericar suas lágrimas (ou corajosos para se arriscar com os jacarés). Sendo assim, fontes alternativas de sódio seriam a urina e as fezes de animais, a argila presente nas margens dos rios e poças barrentas.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!