Com uma boa dose de sarcasmo, as criações do londrino Steve Cutts nos fazem refletir sobre os hábitos de consumo da sociedade contemporânea. Ele, que já trabalhou como ilustrador em grandes corporações estrangeiras, agora usa sua arte para questionar a forma como esses conglomerados empresariais influenciam a vida das pessoas.

Para ele, a insanidade humana é uma fonte inesgotável de inspiração. Prova disso são suas duras críticas ao consumismo desenfreado, à escravidão tecnológica e às degradações do corpo e do meio ambiente. A seguir, você confere um pouco mais do seu trabalho:

1. Tudo por um filé

(Autoria: Steve Cutts)

2. Sob as rédeas do consumo 

(Autoria: Steve Cutts)

3. Programação televisiva de baixa qualidade

(Autoria: Steve Cutts)

4. Dependência tecnológica

(Autoria: Steve Cutts)

5. Mundo de aparências das redes sociais

(Autoria: Steve Cutts)

6. O trágico caminho da felicidade

(Autoria: Steve Cutts)

7. Ódio disseminado depois de um Enter

(Autoria: Steve Cutts)

8. Vida sedentária

(Autoria: Steve Cutts)

9. Disparidades socioeconômicas

(Autoria: Steve Cutts)

10. A batalha diária por um lugar no transporte público

(Autoria: Steve Cutts)

11. Consumo exagerado

(Autoria: Steve Cutts)

12. A aterrorizante segunda-feira

(Autoria: Steve Cutts)

13. Alimentação à base de comida industrializada

(Autoria: Steve Cutts)