Enquanto no Brasil a Câmara dos Deputados definiu a família como sendo apenas a união entre um homem, uma mulher e os filhos gerados dessa relação, nos EUA um homem mostrou que família de verdade é aquela que sabe respeitar todas as diferenças existentes. Saca só a história emocionante por trás destas fotos.

O casamento é um momento especial para todo mundo que está envolvido – e não apenas para o noivo ou para a noiva. É tradicional, entretanto, que apenas o pai leve a jovem até o altar, mas não foi isso que aconteceu no estado de Ohio no último final de semana.

Todd Bachman, em um ato de humanidade extrema, chamou o padrasto de sua filha para juntos caminharem ao lado dela na entrada da cerimônia. Brittany Peck conta que estava angustiada, dias antes, por ter que fazer uma escolha tão difícil, já que amava seu pai, mas também foi criada por Todd Cendrosky, o segundo marido de sua mãe.

A noiva, de 21 anos, recebeu uma resposta inesperada do pai: “Já tenho tudo planejado”. Porém, ele só mostrou qual era a sua intenção no momento de caminhar até o altar. Ele interrompeu o casamento, chamou o padrasto da filha e juntos fizeram o ritual. Todos que estavam acompanhando se derramaram em lágrimas.

Atitude emocionante

Em entrevista ao jornal The Chronicle-Telegram, Bachman explicou que Cendrosky tem feito parte da vida de sua filha desde que ela era criança. No começo, entretanto, a relação entre os dois homens não era muito boa, mas as fotos do casamento de Brittany mostram que as diferenças ficaram no passado.

Quem compartilhou as imagens foi a fotógrafa Delia Blackburn, que conta que todos se emocionaram com a atitude de Bachman. E ainda provoca: “As famílias são o que nós queremos que elas sejam. Façam com que elas girem em torno de seus filhos e não de seu ego”. Até o momento, mais de 1,3 milhão de pessoas curtiram a publicação de Delia no Facebook, que também teve quase 600 mil compartilhamentos.

***

Gostaram da história, leitores? Emocionante, não é mesmo? Isso, sim, é uma atitude genorosa e que merece ser compartilhada! Ainda existe amor no mundo – por mais que muita gente tente acabar com ele de todas as maneiras.