Não é incrível quando reconhecemos rostos ou formatos bizarros em nuvens, alimentos, padrões de azulejos e afins? O nome disso é pareidolia, e nós já falamos sobre algumas coisas que têm rostos, fizemos um post especial só com alimentos simpáticos e, claro, não deixamos nem as plantas fora dessa aqui no Mega Curioso.

Agora, se você é uma pessoa que não enxerga essas semelhanças e se sente um completo estranho quando algumas pessoas falam a respeito do rosto de Jesus, por exemplo, que é uma das imagens mais vistas em objetos aleatórios, fique tranquilo: a Ciência explica. Ou pelo menos tenta.

Uma questão emocional e de personalidade

Pelo jeito, reconhecer silhuetas, rostos e formas diversas em superfícies aleatórias é algo que tem a ver não apenas com o funcionamento do nosso cérebro, que tenta identificar padrões humanos em tudo. Na verdade, de acordo com esta publicação do Brain Decoder, fatores como personalidade, gênero e estado emocional podem afetar a maneira como reconhecemos essas formas.

Essa afirmação é a conclusão de uma pesquisa recente, apresentada durante um congresso sobre estudos de consciência em Paris. A pareidolia é provocada em uma região cerebral específica chamada de área facial fusiforme direita, que é ativada quando a pessoa identifica rostos, mesmo em objetos aleatórios. Esse fenômeno é base também de um teste psicológico desenvolvido por Hermann Rorschach e utilizado até hoje.

De acordo com o novo estudo, conduzido pelo cientista Norimichi Kitagawa, de Tóquio, a ideia era avaliar traços de personalidade e reconhecer como níveis de estado emocional afetam experiências com o fenômeno. Dessa forma, a ideia era mostrar que as características de pareidolia presentes em uma pessoa podem revelar seus traços emocionais e de personalidade.

Para realizar o estudo, 166 estudantes universitários saudáveis responderam a um questionário com perguntas pessoais e outro com questões de escalas negativas e positivas. Dessa maneira, seria possível encaixar cada pessoa dentro de cinco padrões de personalidade e, além disso, medir questões relacionadas ao humor emocional dos participantes.

Na sequência, os voluntários deveriam reconhecer padrões e formas em mosaicos feitos por pontos posicionados de maneira aleatória. Assim que identificassem alguma forma, deveriam seguir os pontilhados com uma caneta.

A análise dos questionários e dos desenhos mostrou aos pesquisadores que alguns participantes têm mais tendência do que outros na hora de reconhecer formatos significativos (rostos, animais e plantas) em meio a diversos pontos. Essas pessoas fazem parte de um mesmo grupo de características de personalidade e humor.

Indivíduos com tendências emocionais mais negativas tendem a ter mais experiências de pareidolia, assim como os que relataram estar em um humor emocional menos negativo – nesse sentido, os tipos de imagens é que mudaram. Além disso, mulheres tendem a enxergar mais fenômenos de pareidolia do que os homens.

Os cientistas ainda não conseguiram explicar qual é a relação exata entre os traços de personalidade e de humor emocional com a pareidolia. O que se observou, no entanto, é que a percepção desses “padrões ocultos” ocorre em grupos específicos de pessoas que apresentam traços semelhantes de comportamento. Por enquanto, a equipe de Kitagawa acredita que questões evolutivas podem estar relacionadas com a tendência maior de a pareidolia acontecer em mulheres.

Para os pesquisadores, essa diferença entre os gêneros tem a ver com uma espécie de compensação das mulheres, que são fisicamente mais fracas do que os homens e, por isso, teriam desenvolvido habilidades de percepção maiores, de modo que se tornassem mais sensíveis a alguns estímulos e, assim, fossem capazes de detectar predadores com mais agilidade, por exemplo.

Pessoas desconfiadas e que geralmente são chamadas de “neuróticas”, com menos estabilidade emocional, também estão entre as que conseguem enxergar esses padrões ocultos com mais clareza. O oposto também parece acontecer, afinal os cientistas acreditam que um humor positivo ainda pode aumentar a pareidolia, especialmente em pessoas criativas.

E você, consegue enxergar rostos, animais e outras formas em padrões aleatórios? Comente no Fórum do Mega Curioso