1. Alimentos alérgicos

O excesso de açúcar e de sal na alimentação já foi apontado com um dos maiores fatores para o surgimento de espinhas, mas talvez não sejam os únicos: no caso da alimentação, os piores problemas para a pele aparecem depois do consumo de substâncias que causa alergias. Uma dica é procurar especialista no assunto para saber quais são os agentes alergênicos que mais te afetam, além de fazer um controle de tudo que você come para detectar em casa quando o problema da acne se intensifica.

2. Falta de higiene

Se você não toma banho com frequência ou se esquece de usar hidratantes, a sua pele pode se danificar e intensificar o surgimento de cravos e espinhas. Lavar e secar o rosto corretamente são fundamentais para uma pele saudável! Lembre-se de que aparelhos telefônicos ou fones de ouvido também contribuem para a entrada de micróbios em seus poros, por isso aproveite a sugestão de deixá-los bem limpinhos.

3. Estresse

Esse motivo é batata: o estresse altera seu equilíbrio hormonal e pode se refletir na sua saúde de diversas maneiras, inclusive com problemas de pele. Se o seu ritmo está alucinante e você tem engolido muito sapo, talvez seja hora de você procurar uma ajuda para diminuir a tensão. Seu corpo vai agradecer!

4. Genética

Seus pais também tinham (ou têm) muitas espinhas? Caso afirmativo, o problema pode ser genético! Nesses casos, o tratamento à base de remédios é fundamental, mas sendo indicado apenas por especialistas em dermatologia. Lembre-se de que a solução nesses casos não é imediata e que o sumiço das acnes pode necessitar de um cuidado muito maior!

5. Maquiagem

Produtos de má qualidade podem afetar a sua pele muito mais do que embelezá-la. Ao tampar os poros, a maquiagem pode gerar reações que levam ao surgimento de espinhas. Por isso, lembre-se sempre de usar um demaquilante de qualidade – mesma dica para os produtos de beleza que você consome.