Quantas vezes a gente não se deparou com imagens de causar arrepios de pessoas que, para acelerar os resultados da academia — pelo menos achamos que deva ser essa a razão! —, acharam que seria uma boa ideia injetar substâncias para inchar seus músculos? Muitas, né? Pois, mesmo todo mundo estando careca de saber que essa prática pode ser incrivelmente perigosa e potencialmente causar a morte do sujeito, tem uns caras que não aprendem!

O último exemplo a cair na internet e causar espanto é esse que você pode ver a seguir e que mostra um homem dolorosa e ridiculamente — no sentido de ridículo mesmo! — gigante. De acordo com Yasmin Tayag, do site Inverse, a imagem foi compartilhada no Reddit, um site de compartilhamento e discussão de conteúdo online, e, até onde se sabe, o espertão injetou óleo sintético no próprio corpo para se transformar em montanha de músculos (falsos). Veja:

Marombado Não é de causar arrepios isso aí? (Reddit/HumanNutrStudent)

Péssima ideia

Segundo Yasmin — e conforme todo mundo já sabe —, a prática de injetar essas substâncias não é nenhuma novidade e, entre os produtos mais usados pelo pessoal que quer inflar os músculos, está o synthol, uma combinação de anestésico e óleo sintético que faz o serviço, mas também pode causar sérios problemas para os usuários.

A injeção dessas substâncias pode levar ao surgimento de tumores, fibroses, deformidades, cistos — pequenos caroços compostos por líquidos — e perda da função muscular. Mas o uso de synthol e produtos semelhantes pode ocasionar problemas ainda mais sérios, como infecções e úlceras, sem falar que a injeção de óleos sintéticos pode provocar embolias, ou seja, formação de trombos que podem gerar obstruções e, consequentemente, resultar em infartos e derrames (AVCs).

De acordo com Yasmin, no caso das infecções, elas geralmente são causadas pela presença de patógenos no óleo sintético, na agulha usada para injetar a substância ou na própria pele mesmo — que são inseridas diretamente para a corrente sanguínea pelo próprio usuário. O problema é que, dependendo da bactéria ou agente introduzido no organismo, o resultado pode ser o desenvolvimento de uma infecção generalizada e sepse que, como você deve saber, é uma condição gravíssima e potencialmente mortal.