Você já deve ter ouvido falar de uma condição extremamente rara chamada progeria, na qual os portadores têm aparência de velhinhos mesmo sendo crianças, certo? Também conhecida como Síndrome de Hutchinson-Gilford, a condição consiste em um problema genético que provoca o envelhecimento precoce dos afetados.

Sam Berns, um famoso portador da Síndrome de Hutchinson-Gilford

Geralmente, quem sofre de progeria envelhece a um ritmo entre 7 e 10 vezes mais rápido que o normal, o que significa que, ao completar 7 anos, por exemplo, o organismo do portador apresenta características semelhantes às de uma pessoa entre 50 e 70 anos de idade. Como consequência, os afetados têm sua expectativa de vida absurdamente reduzida — e a maioria não chega à adolescência.

Benjamin Button de Bangladesh

Pois, de acordo com o portal Express, um menino — possivelmente — portador dessa trágica condição nasceu recentemente em Bangladesh, na Ásia e, apesar do prognóstico negativo, os pais do bebê estão extasiados. Isso porque, em vez de se desesperar com a possibilidade de que o pequeno sofra com um problema de saúde potencialmente mortal, o casal acredita que a doença torna a criança especial.

Benjamin Button de Bangladesh

O bebezinho, como você pode ver nas imagens, veio ao mundo com o rostinho todo enrugado e com a aparência de um idoso e já começou a ser chamado pelo mundo de “Benjamin Button de Bangladesh”. No entanto, os corajosos pais do menino disseram que não existe qualquer motivo para que eles se sintam infelizes. Pelo contrário! Eles afirmam estar totalmente extasiados com a chegada da criança na família, e que o filho será aceito do jeitinho que ele é.

O bebê provavelmente sofre de progeria

Segundo Biswajit Patro, pai do bebê, o casal ainda está se acostumando com toda a atenção que o caso do menino está atraindo. A família vem recebendo inúmeros visitantes, entre parentes, vizinhos e curiosos de toda a região, e está feliz da vida em atender todo mundo. Já os médicos do hospital local disseram que a situação do menino é estável, mas ainda não sabem ao certo como deverão proceder no futuro.