Um estudo publicado em 2006 mostrou que as mulheres normalmente atingem o seu ápice sexual casa dos 30 anos, enquanto os homens alcançam o apogeu durante os 20. Isso pode gerar muita incompatibilidade sexual em parceiros heterossexuais que estejam na mesma faixa etária.

Algumas pessoas encaram, porém, que a idade não é um fator determinante para o desejo sexual: é normal algumas pessoas terem mais tesão do que outras. Entretanto, é preciso saber lidar com essas situações se isso estiver atrapalhando o relacionamento. O site ntr/sctn trouxe 3 possíveis soluções para esse problema:

1. Converse com o parceiro

Isso parece meio óbvio, mas muitas pessoas ainda têm dificuldade de discutir a relação sexual com seus parceiros. É preciso quebrar esse tabu, já que o sexo tem que ser prazeroso para ambas as partes. Além disso, se você possui um parceiro que não acompanha o seu ritmo, talvez seja porque ele sequer tenha notado que está te deixando na mão.

Não há mal algum em compartilhar essas frustrações, já que você estará demonstrando que quer achar uma solução que seja benéfica para os dois. Lembre-se, porém, de não o forçar a nada! E isso vale tanto para homens quanto para mulheres, ok?

Explique o que está te incomodando; isso deve melhorar a relação

2. Tentem criar um compromisso

Tente estabelecer um padrão mínimo com seu parceiro ou parceira, que seja do agrado de ambos. Algumas pessoas querem fazer sexo 3 vezes por dia. Outras se contentam com 3 vezes por ano. Criar uma espécie de rotina sexual pode melhorar a relação.

Porém, tome cuidado para que essa mesma rotina não se torne monótona. Busque novas formas de apimentar a relação, tanto para você quanto para quem você gosta. O segredo é nunca deixar o fogo se apagar, independente do tempo que vocês estão se relacionando.

Criar uma espécie de compromisso sexual pode ajudar a manter a relação

3. Considerem um relacionamento aberto

Essa dica é um pouco menos puritana e requer mente aberta de ambos: que tal incluir mais parceiros sexuais e acabar com a exclusividade? Claro que essa decisão precisa ser muitíssimo bem analisada e ponderada, além de jamais misturar sexo com amor. Ciúmes, nesses casos, até podem acontecer, mas não devem estragar a relação.

Existe também o sexo a 3, que, apesar de ser algo histórico, se tornou um tabu ao longo dos séculos. Ele pode ser uma alternativa para que o seu fogo nunca apague e a relação permaneça apimentada. Só nunca se esqueça de que a monogamia pode até ser broxante em alguns casos, mas alterá-la pode ser o estopim para um término. Então pense bem se vale a pena correr esse risco.

Relacionamentos abertos podem ser excitantes, mas também perigosos

***

Você já acabou algum relacionamento por incompatibilidade sexual? Comente no Fórum do Mega Curioso