Você estava sozinho em casa quando, de repente, algo passou por você. Assustado, você procura alguma explicação para a cena, mas, sem encontrar nada, começa a suspeitar que a casa é assombrada e está recebendo uma visita do além.

Se você acha que atividades paranormais têm uma causa sobrenatural, isso significa que você acredita em um mundo de espíritos e talvez em demônios, certo? Porém, as supostas aparições que você vê podem ser explicadas pelas leis naturais que governam o Universo, quer ver só? O site Inverse separou quatro explicações lógicas para tirar o seu medo de vez:

1. Eletromagnetismo

Os “caçadores de fantasmas” acreditam que os campos eletromagnéticos (CEM) são o mesmo que um “autógrafo” de um fantasma, ou seja, uma prova de sua existência. Porém, o CEM pode ter um efeito sobre os nossos processos neurais, que são governados por potenciais elétricos. Assim, isso poderia afetar a forma como nossos circuitos do cérebro operam, fazendo com que tenhamos a impressão de que estamos presenciando atividades sobrenaturais.

Em 2010, o neurocientista Michael Persinger testou essa teoria, submetendo alguns participantes a padrões magnéticos fracos por um determinado período e a maioria relatou sentir uma presença fantasmagórica no local. Embora essa pesquisa aponte que o CEM seja apenas uma manifestação do nosso cérebro, muitas pessoas avaliam se um local é assombrado através da captação de campos eletromagnéticos.

2. Fungos

Parece bizarro, mas pesquisadores da Universidade Clarkson, nos Estados Unidos, realizaram estudos mostrando que alguns fungos podem criar sentimentos de ansiedade e medo. Assim, respirar essas partículas de mofo causaria a falsa sensação dos famosos “arrepios fantasmagóricos”.

Se você parar para pensar, muitos locais considerados “assombrados” são repletos de poeira e malcuidados. Coincidência?

3. Infrassom

Há algumas frequências de som que nós não conseguimos escutar, mas isso não quer dizer que esses barulhos passem completamente despercebidos. Infrassons são ondas sonoras extremamente graves, abaixo dos 20 Hz, e, apesar de não serem ouvidos, suas vibrações podem causar alguns efeitos, induzindo sentimentos de desorientação e até mesmo causando mudanças na pressão arterial e na frequência cardíaca – situações semelhantes a quando sentimos medo.

4. Corrente de ar

Parece óbvio, mas a sensação de ter visto um fantasma pode ter vindo simplesmente de uma rajada de vento gelado. Curiosamente, um ponto frio é frequentemente citado por caçadores de fantasmas como sinal de um espírito. No entanto, se você estiver no seu quarto, com todas as janelas e portas fechadas, e sentir uma corrente gélida, é bem provável que um bolsão de ar esteja se movendo através do cômodo.

*Publicado em 25/10/2016