No último domingo (15), a série “Os Simpsons” promoveu uma interação inédita nos desenhos animados: Homer conversou ao vivo com os telespectadores, através de um recurso de captação de movimentos do seu intérprete, Dan Castellaneta. Nos Estados Unidos, a ideia funcionou direitinho, mas uma falha de transmissão deixou o programa sem som na América Latina.

Programado inicialmente para ir ao ar aqui no Brasil às 21h, o programa foi adiado para as 22h e, mesmo assim, começou com meia hora de atraso. Só que na parte crucial, quando Homer entrava ao vivo no final do episódio, o áudio da transmissão foi cortado. Por isso, o personagem se desculpou em um vídeo divulgado pelo canal Fox.

“Se em algum momento nós tiramos sarro do seu país, eu sinto muito em dobro. Se for o Brasil, eu sinto muito, muito mesmo, mas não o bastante para aprender português. Mas Brasil, meu amor, eu realmente lamento que isso aconteceu, como se vocês já não tivessem problemas o suficiente”, declarou o personagem, em uma clara referência à crise política pela qual nós passamos. Confira:

Homer pede desculpas por falta de som na transmissão ao vivo na América Latina

***

Você assistiu à gafe de "Os Simpsons"? Comente no Fórum do Mega Curioso