Se você conferiu o nosso Próxima Parada sobre a Romênia e ficou com vontade de fazer as malas e se mudar para lá, essa é a sua oportunidade! E a boa notícia é que você ainda vai poder morar no famoso Castelo de Bran, também conhecido como o Castelo do Drácula. O único problema é que você vai precisar desembolsar uma bela quantia e se mostrar interessado no empreendimento para garantir sua viagem.

Isso porque os responsáveis pelo castelo estão dispostos a abrir mão da famosa edificação, mas isso não significa que eles colocarão uma placa de “vende-se” no jardim do castelo. A proposta é diferente justamente porque os atuais donos do Castelo de Bran estão buscando donos que estejam interessados em preservar e desenvolver ainda mais o espaço, que é uma das principais atrações da Romênia.

O futuro dono do castelo colocará seu nome ao lado de grandes personalidades que ocuparam a residência, como o famoso vampiro Conde Drácula (na ficção, é claro), a Rainha Maria da Romênia e o príncipe Vlad da Valáquia, mais conhecido como “O Empalador”.

A propriedade

Shutterstock

A construção do Castelo de Bran teve início em 1377 e foi finalizada em 1388, segundo a linha do tempo apresentada no site do castelo. Ao olhar para essas datas, podemos imaginar que a residência esteja precisando passar por uma reforma. Entre as benfeitorias necessárias no local, é preciso instalar banheiros, refazer o encanamento da construção e arrumar a estrada que leva até o castelo, por exemplo.

Por outro lado, o feliz comprador dessa propriedade vai adquirir um belíssimo castelo com 57 quartos localizado em um terreno de 22 acres. Sem contar a vista panorâmica que é possível ter do alto do castelo e uma vizinhança pacata.

O preço do castelo

“Se alguém vier com uma oferta razoável, nos analisaremos de quem se trata, o que está propondo e consideraremos a ideia com seriedade”, comenta Mark Meyer – responsável pela empresa Herzfeld & Rubin – sem apontar um preço para o castelo. No entanto, nas últimas vezes em que o edifício foi colocado no mercado, os investidores estimavam arrecadar 135 milhões de dólares.

Mas não se engane! A aquisição do Castelo do Drácula pode ser considerada um investimento. Afinal, a atração recebe 560 mil visitantes por ano, sendo que cada um paga um ingresso de cerca de 6 dólares para visitar a fortaleza. “É por isso que gostaríamos que quem quer que comprasse o castelo continuasse gerenciando-o como uma atração turística. Ele não é apenas um monumento nacional, é a maior e mais significativa atração da Romênia”, explica Meyer.

E se a construção serviu de residência para a realeza, provavelmente ela também vai servir para algum investidor bem intencionado.