O que um político normalmente faz quando é abordado por jornalistas "enxeridos"? Mente descaradamente, tenta se desvencilhar do grupo dizendo que não tem nada a declarar, faz cara de paisagem, mantém o bico bem fechado. Bem, essas são algumas das possibilidades que nós, brasileiros, estamos acostumados a ver boa parte dos políticos que temos por aqui. No entanto, na Tailândia...

De acordo com o pessoal da BBC, Prayuth Chan-ocha, militar tailandês que, depois de liderar e aplicar um golpe de estado em seu país em 2014, derrubou o antigo governante e se tornou primeiro-ministro. Pois o cara não está para brincadeira e, recentemente, para não ter que participar de coletivas — e, claro, escapar de possíveis perguntas "impertinentes" dos repórteres —, achou um jeito inventivo para lidar com a imprensa. Veja:

Pois é, caro leitor, o primeiro-ministro tailandês arranjou uma imagem sua em tamanho natural, a colocou em seu lugar durante uma coletiva e saiu dizendo que os jornalistas podiam fazer as perguntas que quisessem e clicassem quantas fotos achassem necessárias do pôster. Então, para a perplexidade de todos os presentes, Chan-ocha deu meia volta e se mandou para o seu gabinete. E aí, o que você achou da iniciativa?