Ninguém curte saber que diversos animais estão sendo caçados à extinção pelo mundo, né? Mas, vira e mexe, circulam notícias de bichos que levaram a melhor sobre os humanos, como foi o caso do cara que foi à África para caçar leões, mas acabou sendo quase completamente devorado por eles — só deixaram a cabeça e pouco mais para contar história —, e do croata que viajou até lá com o mesmo propósito, chegou a matar um dos felinos, e foi abatido com um tiro, não se sabe se de outro caçador ou de algum justiceiro.

Enfim, o caso que vamos contar agora também foi registrado na África, mas, em vez de leões, envolveu búfalos e um caçador com mais de 30 anos de experiência matando animais. De acordo com o pessoal do site All That Is Interesting, o incidente aconteceu no dia 22 de maio, próximo ao Rio Levubu, que fica na região norte do Limpopo, na África do Sul. O caçador em questão era um homem chamado Claude Kleynhans, de 54 anos, proprietário de uma empresa chamada Guwela Safaris, especializada em passeios e caçadas, e teve um fim trágico.

Ataque mortal

Segundo foi apurado, Claude estava com um grupo de caçadores e tinha abatido um búfalo. Então, quando eles estavam se preparando para carregar o animal morto no veículo que eles estavam usando, outro búfalo do mesmo rebanho — presumivelmente, amigo do falecido — apareceu de repente e atacou Claude.

Caçador com búfalo(All That Is Interesting/Claude Kleynhans/Instagram)

O bicho acabou por cravar um de seus chifres na virilha do caçador (ui...) e, para o azar do homem, durante o ataque, o búfalo atingiu a artéria femoral de Claude — que sangrou até a morte. Aliás, quem conhece esses animais (sim, estamos falando dos búfalos), explicou que o caçador tinha poucas chances de escapar com vida desse encontro.

Safaro na África(All That Is Interesting/Guwela Safaris/Facebook)

Para você ter uma ideia, os búfalos podem chegar a pesar quase 600 quilos e, apesar da aparência pacata, são animais bastante territoriais e agressivos. Além disso, eles são conhecidos por proteger uns aos outros dentro do rebanho e, se tiverem que enfrentar um ou mais leões, por exemplo, ou ajudar algum companheiro com problemas, os búfalos farão isso sem pestanejar — muitas vezes levando a melhor sobre os felinos. Portanto, um humanozinho de nada (desarmado) não representa qualquer perigo para esses bichos.

Caçador com felino morto(All That Is Interesting/Guwela Safaris)

Claude, até onde foi divulgado, caçava e organizava excursões dentro do que é permitido pelas leis africanas. No entanto, existem rumores de ele também mexia com caça ilegal e tráfico de animais — mas nada foi comprovado ainda. Outra coisa que foi divulgada foi o “menu” com alguns dos preços praticados pela companhia de Claude para a caça de alguns animais: US$ 2,8 mil por cada girafa abatida, e US$ 1,5 mil por zebra. Os valores por crocodilos, búfalos, leões e elefantes só eram informados sob consulta.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!