Há pouco mais de dois anos, mostramos aqui no Mega Curioso a história da nova-iorquina Elizabeth Rosenthal, que há mais de 20 anos só usa roupas de cor verde. Até mesmo objetos domésticos e alguns móveis são dessa cor. Provavelmente ela adoraria conhecer o sírio Abou Zakkour, que há 36 anos só se veste de amarelo.

Zakkour mora em Aleppo, uma das cidades mais afetadas pela guerra civil que assola o país. No meio do caos e da devastação, o homem de 68 anos parece como um oásis de alegria. Em janeiro de 1983, Zakkour decidiu que passaria a usar apenas roupas de cor amarela, pois para ela essa tonalidade remetia ao amor.

No começo, montar um guarda-roupa de uma só cor foi um problema, levando Zakkour a tingir algumas peças. “Vestir outra cor me deixaria mal e estranho, porque estou vestido amarelo há mais de 35 anos”, explicou o sírio. O cara é tão obcecado que até mesmo suas roupas íntimas e seus acessórios como chapéus e gravatas precisam ser dessa cor.

Abou Zakkour: 36 anos usando só roupas amarelas

Sobrevivendo à Guerra Civil

Tal como a Dama de Verde nova-iorquina, o Homem de Amarelo da Síria também possui alguns objetos em casa que combinam com seu estilo. Os lençóis e a toalha de mesa são os que mais se destacam, mas pequenos objetos e até mesmo o cesto de lixo são em amarelo. Ainda assim, a vida de Abou Zakkour não é nenhum mar de girassóis (tum tum tsss).

Acontece que durante a Guerra Civil o senhorzinho costantemente foi chamado de traidor, de informante de Bashar al Asad e até de terrorista – isso porque suas roupas tem uma tonalidade semelhante aos uniformes do Estado Islâmico e do Al Qaeda. Só que Zakkour já chamava a atenção da mídia local antes mesmo da guerra estourar e, em 2013, chegou a ser espancado e importunado justamente pelo Exército Livre da Síria, que gravou toda a ação e fez muita gente pensar que Zakkour não resistiria à guerra.

Agora que a situação em Aleppo já está um pouquinho mais controlada, o Homem de Amarelo está podendo distribuir sorriso e posar para fotos com a população. Para ele, cada flash é uma demonstração de amor – justamente o motivo que o levou a usar apenas roupas amarelas.

Em casa ou na rua, a vestuária é sempre a mesma