Vai dizer que você nunca se pegou imaginando como estaremos vivendo dentro de 100 ou 200 anos! Esse, na verdade, é um exercício que a humanidade pratica há muito tempo e é sempre muito interessante revisitar as ideias que a galera do passado propôs para conferir o que as mentes criativas e futuristas de antigamente acertaram sobre o nosso modo de vida atual.

Pois o pessoal de uma companhia norte-americana chamada Angie’s List – focada em reunir contatos de prestadores de serviços de reparos residenciais – fez algo muito bacana! Eles selecionaram algumas das propostas mais excêntricas para as casas do futuro imaginadas em diferentes décadas, começando pela virada do século 20, e, com a ajuda de designers e arquitetos, interpretaram as ideias e desenvolveram versões realistas de projetos que jamais se tornaram realidade.

De acordo com Brenda Richardson, da Forbes, durante o processo de pesquisa, a equipe da Angie’s List identificou uma variedade de conceitos sobre materiais de construção, estilos arquitetônicos e técnicas de edificação que surgiram entre os anos de 1900 e meados de 1960, e recriou 7 projetos – que você pode conferir a seguir:

1 – Casa Móvel

(Reprodução / Forbes / Angie’s List)

A ideia da casa sobre rodas que você acabou de ver acima foi encontrada pelo time da Angie’s List em uma coleção de desenhos da virada do século 20 que faziam parte de uma coleção de cartas de uma marca de cigarros. As criações imaginavam como seriam as casas no ano 2000 e, no caso da residência móvel, segundo os designers, ela traz algumas tendências atuais, como o jardim na área superior, que poderia ser pensada como uma medida compensatória pela liberação de poluentes pelos motores do veículo que a transporta.

2 – Casa de Vidro

(Reprodução / Forbes / Angie’s List)

Esta proposta da década de 20, toda feita em vidro, conta com um tipo de material que permitiria a passagem dos raios ultravioleta “saudáveis” do sol e teria lâmpadas especiais de mercúrio que criariam um ambiente de verão o ano todo. Além disso, a casa teria paredes que poderiam ser movidas de lugar, mobiliário de metal adaptável e garagem para automóveis – ou veículos voadores.

O vidro especial, batizado de Vitaglass, teria garantia vitalícia e realmente chegou a ser desenvolvido e testado no espaço usado por macacos em um zoológico nos EUA. Mas a inovação não vingou porque se temia que, se a ideia se tornasse popular, ela desencorajaria as pessoas a saírem de suas casas. Aliás, até mesmo o uso de vidro comum era um assunto meio controverso no período entre as grandes guerras mundiais, então, o projeto foi engavetado.

3 – Casa Rolante

(Reprodução / Forbes / Angie’s List)

Para a década seguinte, a de 30, o pessoal da Angie’s List selecionou o conceito das casas rolantes – que foi publicado na edição de setembro de 1934 da revista Everyday Science and Mechanics. Segundo os idealizadores do projeto, essas construções facilitariam o processo de pré-fabricação e distribuição de residências, uma vez que elas seriam mais simples de montar e poderiam ser puxadas por tratores e “roladas” até o local onde seriam fixadas.

4 – Casa Superleve

(Reprodução / Forbes / Angie’s List)

Por que as construções precisam ser tão... pesadas? Essa deve ter sido uma das perguntas que as pessoas que pensaram na casa acima se fizeram ao projetá-la. Proposta no início dos anos 40, a residência seria feita de bolhas de aerogel superleve e exigiria menos materiais para ser edificada. Ademais, a estrutura poderia ser carregada de um local a outro por um pequeno grupo de pessoas, onde seria ancorada para não ser levada pelo vento, oferecia isolamento acústico e seria resistente a terremotos.

5 – Casa Espacial

(Reprodução / Forbes / Angie’s List)

O conceito acima, proposto na década de 50, reflete bastante o clima de corrida e exploração espacial que existia na época. A casa, coberta por um domo de vidro e com endereço em algum ponto em órbita ao redor da Terra, estampou a capa da edição de dezembro de 1953 da revista Science Fiction Adventures, e foi criada pelo artista Alex Schomburg e teria bases de lançamento de carros-nave no teto, astro-jardim e transmissores para permitir a comunicação com os terráqueos.

6 – Casa Domo

(Reprodução / Forbes / Angie’s List)

A casa da imagem acima foi proposta alguns anos depois da Casa Espacial, e apareceu na edição de junho de 1957 da revista Mechanix Illustrated – em um artigo que previa que essas seriam as residências do finalzinho dos anos 80. Segundo acreditavam os idealizadores do conceito, os exteriores das casas seriam feitos completamente de vidro resistente como o aço, contariam com jardins hidropônicos, piscina e domo rotativo que permitiria que os habitantes pudessem fazer um uso mais eficiente da energia solar

7 – Casa Submersa

(Reprodução / Forbes / Angie’s List)

Apresentado em 1964 durante a Feira Mundial de Nova York, o conceito foi desenvolvido pela Gerenal Motors para a exibição Futurama II Pavilion. Em vez de ser uma casa propriamente dita, a estrutura abrigaria um hotel chamado Atlantis e receberia hóspedes vindos da superfície por meio de um elevador. Ademais, o local teria veículos chamados “aquacópteros” à disposição para a exploração de minerais submarinos – que seriam transportados por meio de uma linha férrea subaquática. E aí, caro leitor, qual das opções acima foi a sua favorita?